sexta-feira, 21 de março de 2014

Use Redes Sociais de Forma LEGAL

Esse post foi escrito em 03/08/2010 para o blog PROPeMARK.

Use Redes Sociais de Forma Legal
Não venho aqui falar de "legal" no sentido de "interessante", "divertido", "bom", dentre outros sinônimos. A inspiração para este post veio quando estava terminando de ler o livro "O Poder do Twitter" do Joel Comm com Ken Burge.
No final do livro, no capítulo "Jogue Limpo: Considerações Legais", o Joel "chama" o advogado Kevin Houchin para falar de possíveis problemas que o twitter pode causar. Listarei aqui alguns problemas de maneira sintética e que podem ser extendidas para as demais redes. (Orkut, MySpace, Facebook e cia):

01) Difamação: ferir a reputação de alguém
02) Privacidade: revelar os segredos de alguém
03) Interferência em relações comerciais
04) Negligência: prejudicar alguém
05) Contrato: acabar assumindo um acordo executável
06) Marca Registrada: confundir consumidores sobre uma marca
07) Direitos Autorais: partilhar algo que não é seu

Falando agora de cada ítem:

01) Difamação:
Qualquer atitude que possa ferir a reputação de algo ou alguém deve banida dos seus twitts. A difamação não precisa ser necessariamente direta, uma insinuação ou uma opinião também pode lhe causar sérios problemas, mesmo que elas sejam verídicas. Cuidado quando for criticar alguma empresa, sei que temos nosso direito de consumidor mas é interessante que antes de tornar algo público que tentemos resolver os problemas diretamente, para evitar futuros problemas.

02) Privacidade:
A privacidade tem sido debatida horrores na internet, principalmente depois de "largarem no ventilador" os problemas de privacidade do Facebook. Todo mundo tem um "instinto fofoqueiro" e adora revelar o que os outros não sabem, mas cuidado quando for falar de problemas pessoais, coisas individuais ou, depois de brigar com sua namorada, revelar uns segredinhos de entre as quatro paredes. A premissa "não faça com os outros o que não quer que façam contigo" continua muitíssimo válida para evitar os problemas, mas não se esqueça que cada um tem seus valores.

03) Interferência em relações comerciais:
Esse problema deve ser mais considerado para empresas em momentos de concorrência. Cuidado também em não levar a público negociações sigilosas e, caso descubra, levar a público. Um exemplo hipotético, é você ver que seu concorrente está prestes a fechar um grande negócio e começa revelar segredos e difamar para que chegue aos ouvidos da outra parte da negociação.

04) Negligência:
"João é maluco! Ele está vindo para cá de ônibus trazendo seu iPhone coberto de ouro e diamantes e ele pega ônibus no bairro X." Um marginal viu seu twitt e lá se foi o iPhone dourado do João, além dele ser sequestrado e o pedido de resgate ter custado milhões.
Ai um exemplo hipotético de negligencia. Você, de forma alguma quis prejudicar o João, mas seu comentário gerou todo esse problema.

05) Contrato:
Para não ter esse tipo de problema, apenas cumpra o que promete e jamais prometa o que não pode cumprir. Não se esqueça que a internet deixa rastros e que serve como prova legal. Nunca diga que vai fazer algo se sabe que não vai fazer, na melhor das hipóteses você vai sair como um belo mentiroso e perder toda a sua credibilidade.

06) Marca Registrada:
Esse problema também deve ser tratado com atenção pelas empresas. Cuidado quando for vender seu produto. Não tente pegar a "ponga" de um produto de sucesso para induzir seu cliente a se confundir e levar "gato por lebre". Outro problema também é a empresa confundir o consumidor lenvando-o a crer que tal produto/serviço é seu e, na verdade, é de outra empresa.

07) Direito Autoral:
Cuidado com as citações. Cuidado com o que publica e, principalmente com o que publica. Na internet, principalmente, a lei do direito autoral é muito infringida e não faltam discussões sobre esse assunto. Para evitar, ou minimizar, o problema, sempre cite a fonte e o autor. Custa nada dar os créditos às pessoas que pensaram e usaram do seu tempo para elaborar algo "passível de cópia", não?

Uma abordagem mais técnica sobre esses ítens podem ser lidas no livro "O Poder do Twitter". Embora o livro seja de 2009 e muitas ferramentas indicadas pelo livro já tenham sido superadas e/ou melhoradas, indico bastante a leitura. Seu "campo de visão" vai abrir consideravelmente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário